Loading...

Notícia

Publicado: 26/07/2022 17:03h

Ministério do Turismo e ArcelorMittal apresentam o programa Diversão em Cena em Vitória com o espetáculo “Hora do Recreio”

Ministério do Turismo e ArcelorMittal apresentam o programa Diversão em Cena em Vitória com o espetáculo “Hora do Recreio”

O espetáculo paulista faz parte da programação do Diversão em Cena ArcelorMittal em Vitória que será realizado dia 7 de agosto, com duas sessões no Centro Cultural Sesc Glória (Teatro Glória), totalmente gratuito.

O quarto espetáculo do Diversão em Cena ArcelorMittal conta a história de Guilherme, um garoto cadeirante, interpretado por Luciano Brandão, que transforma a falta de acessibilidade na escola em uma grande e divertida aventura dentro da sala de aula, na “Hora do Recreio”.

O espetáculo paulista, com temática educativa e inclusiva, tem a direção de Fernando Lyra Jr. Ele usa a técnica de teatro de objetos para dar movimento à encenação, transformando os materiais e objetos da sala de aula em qualquer coisa que a personagem fantasiar.

A encenação tem entrada gratuita, numa promoção da Fundação ArcelorMittal, e acontece no dia 7 de agosto, às 15h e 17h, no Centro Cultural Sesc Glória, no Centro de Vitória. A segunda sessão terá a presença de um intérprete de libras para maior acessibilidade. Os ingressos serão disponibilizados a partir do dia 2 de agosto, na bilheteria do teatro, das 10h às 19, sendo dois ingressos por CPF.

O programa Diversão em Cena tem o compromisso de democratizar o acesso à cultura, levando apresentações teatrais gratuitas ou a preços populares a teatros, escolas e praças públicas, em mais de 60 municípios. A iniciativa é viabilizada com o patrocínio da ArcelorMittal, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura e tem realização local da WB Produções.

Mais sobre o espetáculo:

O personagem Guilherme compartilha suas histórias e sonhos com a plateia, transformando o ambiente, aparentemente limitado, da sala de aula em um universo sem fronteiras para a magia, cheio de brincadeiras e muitas histórias. Tudo à sua volta se transforma em amigos imaginários e brinquedos inusitados. O diretor do espetáculo Fernando Lyra Jr. usa a técnica de teatro de objetos para dar movimento à encenação, transformando os materiais e objetos da sala de aula em qualquer coisa que a personagem fantasiar.

Junto com o inseparável amigo Barbosa (a caveira da aula de ciências), Guilherme conta cada história engraçada! Tem a da menina que corria demais e acaba caindo em um buraco, a do cachorro que queria ser tartaruga e até a vez em que ele foi raptado por extraterrestres. Guilherme ainda se transforma em um apresentador de TV que narra o pouso do foguete “lápis” no planeta “maçã”. Bom adepto das travessuras, ele também conta quando grudou chiclete no banheiro e levou uma bronca daquelas da diretora da escola.

Entre uma história e outra, entre uma mordida e outra no sanduba da lancheira, ele imagina e projeta sua cadeira-de-rodas-foguete-supersônica-espacial - com retrovisores, estepe, esticador de pernas e jato de água para espantar cachorro: uma cadeira que voa com a qual pretende chegar mais rápido aos lugares e explorar outros universos. Isso enquanto o sinal não tocar avisando que o recreio acabou e é hora de “voltar para a sala de aula”.

Sinopse:

'Hora do Recreio' é uma montagem carregada de humor e descontração. No enredo, Guilherme - um menino com a mente plena de imaginação - não vê a hora das rampas de acesso da sua escola ficarem prontas para, enfim, descer para o pátio pilotando sua cadeira de rodas, a toda velocidade como um carro de corridas, e aproveitar o tempo de lazer com os colegas. Mas, enquanto sua mobilidade está restrita, ele aproveita o seu recreio “particular” para sonhar e se aventurar usando a fantasia.


Fonte: Assessoria de Imprensa da ArcelorMittal
Arquivos