Loading...

Notícia

Notícia:
Publicado: 07/12/2021 14:34h

Apoio da Suzano à agricultura familiar é reconhecido pelo Ministério da Agricultura

Apoio da Suzano à agricultura familiar é reconhecido pelo Ministério da Agricultura

A empresa recebeu o Selo Nacional da Agricultura Familiar, que identifica instituições que contribuem para fortalecer a atividade

Contribuir para o fortalecimento da agricultura familiar é uma das premissas da Suzano e, por meio do Programa de Desenvolvimento Rural Territorial (PDRT), a empresa desenvolve e estimula diversas iniciativas com essa finalidade. Esse apoio acaba de receber um reconhecimento importante: o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) conferiu à empresa o Selo Nacional da Agricultura Familiar (SENAF), que identifica instituições que são consideradas parceiras da atividade.

Além de apoiar a produção, gestão e a comercialização por parte de agricultores familiares, a Suzano firmou parceria para que forneçam alimentos a serem utilizados no restaurante da empresa, em Aracruz (ES), sendo também ela um cliente a mais. Além disso, durante a pandemia a empresa ajudou a criar o Cestas Delivery, também conhecido como “A feira vai até você”, iniciativa de vendas com entrega em domicílio que contribuiu para manter a renda dos agricultores familiares durante os períodos de isolamento social.

“A conquista do selo tem duplo significado para nós, que desenvolvemos diversas iniciativas junto a associações e cooperativas que representam agricultores familiares. O projeto que ajudamos a criar e desenvolver chegou à maturidade, possibilitando o fornecimento de alimentos também para a nossa unidade. O selo representa mais uma das ações que evidenciam o comprometimento da nossa empresa com os direcionadores de gestão gerar e compartilhar valor e só é bom para nós se for bom para o mundo”, destaca a consultora de Desenvolvimento Social da Suzano, Vanessa Ronchi.

O Selo Nacional da Agricultura Familiar identifica a origem e fornece as características dos produtos da agricultura familiar, tendo por finalidade o fortalecimento das identidades social e produtiva dos vários segmentos da agricultura familiar perante os consumidores e o público em geral, segundo informações que constam do site do Mapa.

“Para nós é motivo de muito orgulho receber esse reconhecimento e saber que estamos contribuindo para a geração de renda em pequenas propriedades. Além disso, é gratificante saber que todo o esforço dos agricultores e da Suzano propiciou que esses produtos agora sejam fornecidos ao nosso restaurante industrial, que atende uma média de 2 mil pessoas ao dia”, observa Marcelo de Mello, gerente executivo de Saúde, Segurança e Qualidade de Vida da Suzano.

Atualmente, as ações que a Suzano desenvolve via Programa de Desenvolvimento Rural e Territorial (PDRT) contemplam mais de 260 famílias no Espírito Santo, envolvendo 12 associações de produtores. O objetivo do PDRT é contribuir para o fortalecimento das comunidades rurais vizinhas às unidades da Suzano, gerando renda e melhorando a qualidade de vida dos pequenos produtores.  São três eixos de atuação: gestão, produção e comercialização das associações e cooperativas participantes, permitindo que as comunidades, capacitadas conquistem sua independência financeira.

Sobre a Suzano – A Suzano é referência global no desenvolvimento de soluções sustentáveis e inovadoras, de origem renovável, e tem como propósito renovar a vida a partir da árvore. Maior fabricante de celulose de eucalipto do mundo e uma das maiores produtoras de papéis da América Latina, atende mais de 2 bilhões de pessoas a partir de 11 fábricas em operação no Brasil, além da joint operation Veracel. Com 97 anos de história e uma capacidade instalada de 10,9 milhões de toneladas de celulose de mercado e 1,4 milhão de toneladas de papéis por ano, exporta para mais de 100 países. Tem sua atuação pautada na Inovabilidade – Inovação a serviço da Sustentabilidade – e nos mais elevados níveis de práticas socioambientais e de Governança Corporativa, com ações negociadas nas bolsas do Brasil e dos Estados Unidos.


Fonte notícia: P6 Comunicação
Arquivos