Loading...

Notícia

Publicado: 25/01/2022 18:48h

Mais de 1.000 famílias vulneráveis de Aracruz Tumiritinga são atendidas pelo Edital de Proteção Social

Mais de 1.000 famílias vulneráveis de Aracruz Tumiritinga são atendidas pelo Edital de Proteção Social

Entidades selecionadas pelo Edital de Proteção Social da Fundação Renova estão atendendo a mais de 1.100 famílias vulneráveis atingidas pelo rompimento da barragem de Fundão (MG) nos municípios de Aracruz, no Espírito Santo, e Tumiritinga, em Minas Gerais. A mobilização das famílias e as atividades coletivas, que abrangem palestras, ações comunitárias, rodas de conversa e oficinas para crianças, adolescentes, adultos e idosos, foram iniciadas nas comunidades no final do ano passado com o objetivo de fortalecer vínculos familiares e comunitários.

Em Aracruz, por exemplo, a Associação Amigos da Justiça, Cidadania, Educação e Arte atende, desde novembro de 2021, 800 famílias vulneráveis a partir do projeto Saber Viver - Construindo Novas Vivências. A entidade promove atividades que favorecem o convívio comunitário e social, bem como a transformação da realidade local. Até o momento, foram realizadas oficinas de ginástica, dança, beleza e artes.

“A adesão dos participantes tem sido muito positiva. Por todo carinho e valorização que estamos recebendo, percebemos a necessidade de apoiar e de apresentar a estas pessoas possibilidades, oportunidades de aprendizagem, trocas e conhecimento. Poder contribuir tem nos dignificado a cada aula, em cada comunidade”. Eliane Tartaglia Ferreira dos Santos, coordenadora do projeto em Aracruz.

O Edital de Proteção Social vai atender até 11 municípios atingidos, sendo sete em Minas Gerais e quatro no Espírito Santo, com o repasse estimado de R$ 9,5 milhões, que serão distribuídos de acordo com as especificidades de cada localidade em relação às famílias vulneráveis atingidas, desde que com a anuência das prefeituras. Saiba mais.

Duas perguntas para Izabelly de Lima França
A analista de Proteção Social e Saúde da Fundação Renova fala sobre a importância de prestar atendimento às famílias vulneráveis atingidas pelo rompimento da barragem de Fundão (MG) ao longo da bacia do rio Doce e detalha algumas das ações previstas para o ano de 2022. Saiba mais.


Fonte: Assessoria de Imprensa Fundação Renova
Arquivos