Notícias - Samarco

Publicado 27/04/2017

Empregados da Samarco aprovam proposta de suspensão temporária de contratos de trabalho

Empregados da Samarco aprovam proposta de suspensão temporária de contratos de trabalho
Os empregados da Samarco das unidades operacionais de Germano (MG) e Ubu (ES), bem como da área administrativa, aprovaram hoje (26/04) a proposta conjunta da empresa e dos sindicatos para adoção de um novo período de layoff. A suspensão temporária dos contratos de trabalho de parte do efetivo da Samarco foi aprovada por cerca de 98% dos empregados. A proposta foi aceita como a melhor solução para a manutenção dos postos de trabalho, uma vez que a empresa está com suas atividades operacionais paralisadas desde novembro de 2015.
 
Conforme negociado com os sindicatos Sindimetal (ES) e Metabase (MG), durante o terceiro período de layoff os empregados receberão, entre outros benefícios, bolsa de qualificação profissional e ajuda compensatória mensal. A suspensão dos contratos terá início em 1º  de junho e duração até 31 de julho, podendo ser prorrogada dentro dos prazos previstos na legislação trabalhista. No momento, a Samarco mantém um quadro próprio de cerca de 1.800 funcionários. A partir de agora, a empresa definirá o grupo de empregados que terá seus contratos temporariamente suspensos.
 
Desde o rompimento da barragem de Fundão, em novembro de 2015, a Samarco tem realizado uma série de ações para preservar seus postos de trabalho:
- Licença remunerada (10/11/2015 a 29/11/15)
- Férias coletivas (30/11/15 a 29/12/15)
- 2º período de Licença remunerada (4/1/16 a 10/1/16)
- 1º período de layoff (25/1/16 a 25/4/16)
- 2º período de layoff (25/4/16 a 25/6/16)
- Programa de Demissão Voluntária e Involuntária (até 31/7/16)


Fonte: Assessoria de Imprensa Samarco